Quais são as memórias que te trazem aqui?

Há 10 anos atrás, iniciava-se a construção de um comunidade virtual que, movida por jovens que sonhavam criar algo melhor, tornara-se um grande símbolo para muitas pessoas e que até hoje traz frutos àqueles que um dia participaram daquela jornada.

Julho de 2016

É, meu caro amigo. Saudades pouco descrevem o sentimento que ainda existe no coração de várias pessoas que fizeram parte da história do mbRO. Para aqueles, porém, que desconhecem aquilo do que estou falando, começo este texto descrevendo o que foi essa tão nostálgica era.

Nos tempos onde o Ragnarok Online ainda estava no seu auge (2006), um pequeno grupo de colegas de escola jogavam extremamente empolgados em um servidor considerado bom naquela época. Mas um deles, eu, não estava tão satisfeito com aquele “private”. Algo deveria ser diferente, melhor, mais divertido. Então decidi procurar como poderia criar um servidor para que aqueles colegas pudessem se divertir. Este foi o início do mbRO. Começou com “apenas para amigos”, mas logo foi liberado para o público.

Lembro-me claramente que a cada dia que o servidor batia o recorde de jogadores, eu ficava eufórico. Começou com 8, depois 12, depois 25 jogadores online. Isso era absolutamente fantástico.

Depois disso, não quis parar mais. Conheci muitas pessoas, algumas delas se disponibilizaram para ajudar no servidor. Mas foi somente 2 anos depois que conheci duas fantásticas mentes, que logo viraram grandes amigos: Ero e Hadar.

Com esse time formado, o mbRO foi um grande divisor de águas na história dos servidores de Ragnarok privados no Brasil. Revolucionamos em uma categoria até então pouco cuidada, a de Full PVP - tipo de servidores focados apenas em batalhas.

Tão grande foi nosso sucesso que muitos tentaram imitar ou difamar, mas nada disso nos abalou, muito pelo contrário, nós sempre aproveitamos isso para evoluir cada vez mais.

Nossos valores sempre foram inovação e qualidade, e para isso não precisamos de explicações pois o nosso trabalho sempre falou por nós. Dedicados e empenhados em trazer o que existia de melhor para os nossos jogadores, diversas vezes éramos trend em quaisquer que fossem o foco de nossos esforços.

Em algum tempo, percebemos que o mbRO não se tornara apenas um jogo online. Era uma grande comunidade, onde pessoas se conheceram de verdade, criaram laços duradouros, se emocionaram e viveram histórias inesquecíveis.

Este momento porém, foi uma fase de todas as nossas vidas. E assim como todo ciclo, há uma hora certa de se dizer “até logo”. Todos nós estavamos iniciando novas fases, e precisavamos fechar aquela para que pudessemos prosseguir. O mbRO encerrou-se então, em 2012, deixando muitas e boas memórias.

Hoje, 10 anos depois da sua concepção, muitas pessoas ainda acreditam em uma possível volta do servidor, seja por parte de grupos querendo reviver o que já não vive, outros más intencionadas tentando tomar carona com a reputação criada no passado.

“Ninguém pode entrar duas vezes no mesmo rio, pois quando nele se entra novamente, não se encontra as mesmas águas, e o próprio ser já se modificou.” - Heráclito

Deixo claro então, para todos que se dispõem ouvir, que o mbRO não vai voltar. Nem mesmo que nós quiséssemos ele poderia, pois jamais poderia ser o mesmo ao qual nossas lembranças apontam. Há um jeito sim de que ele continue existindo, eternamente: através de nossas memórias.

Para que isso aconteça, deixo a mensagem de que qualquer tentativa de criação de um servidor com o mesmo nome e semelhantes características é absolutamente desencorajada. A estes com tais planos, peço que tenham respeito pela memória de todos nós que vivemos momentos tão incríveis e agradáveis.

“Aquilo que não é eterno, é eternamente inútil.” - C. S. Lewis

Àqueles que buscam mais palavras, me faço disponível para um diálogo. Para tal, basta acessar o menu de contato abaixo. Aos que fizeram parte da minha jornada, tenham apenas minha eterna gratidão.


Daniel Pereira, ex co-fundador e administrador do mbRO, também conhecido como "Kriansa".